O que é credit score?

Você já ouviu falar em credit score? É uma espécie de classificação que atribui pontos a uma pessoa, a fim de separar os bons dos maus pagadores. Essa pontuação de crédito reflete o histórico financeiro de quem procura por crédito no mercado, classificando assim os consumidores em geral através de seus hábitos financeiros. Quer saber mais sobre o que é credit score e para que serve?

Entenda mais sobre o credit score e como esse índice pode ajudar as empresas na análise de crédito de seus consumidores, diminuindo seus riscos e viabilizando novas formas de pagamento.

A origem do credit score

Talvez uma das decisões mais complicadas e delicadas para se tomar na vida é, na hipótese de alguém nos pedir uma ajuda financeira, definir se devemos ou não confiar nessa pessoa, se é sensato e seguro dar crédito a ela.

Não é raro negarmos ou evitarmos pedidos desse tipo, mas, quando optamos por emprestar dinheiro ou permitir que determinada pessoa nos pague um produto ou serviço de forma parcelada, é comum que levemos em consideração alguns aspectos, como:

  • nosso grau de proximidade e confiança;
  • hábitos financeiros de quem solicita o crédito ou empréstimo;
  • se a pessoa costuma honrar com seus compromissos;
  • saúde financeira e as rendas da pessoa;
  • quantidade de compromissos e grau de endividamento do requerente.

Usamos todos esses fatores e mais alguns para avaliar o risco que iremos correr, a fim de evitar o calote ou o caloteiro. O mesmo ocorre diariamente com as empresas, e muitas vezes, elas não dispõem de tais informações na hora da tomada de decisão. Por isso, seria um enorme risco emprestar dinheiro ou dar crédito a qualquer pessoa do mercado que bata à sua porta, sem dispor de nenhuma referência sobre o solicitante.

Foi assim que, dada a necessidade das empresas de mensurar o grau de risco de suas operações financeiras, surgiu a ideia de uma pontuação de crédito que classificasse os consumidores pela chance de eles pagarem suas dívidas. Foi criado, então, o credit score.

Benefícios do credit score

Também chamado de pontuação de crédito ou nota de crédito, o credit score ao mesmo passo que impede o acesso de determinados consumidores a benefícios financeiros e comerciais, por exemplo, o parcelamento de uma compra em um valor elevado ou o financiamento de um carro ou imóvel, também premia aquele consumidor que possui bons hábitos financeiros, que paga suas contas em dia e/ou que mantém suas finanças equilibradas e saudáveis.

O credit score, ao estabelecer a que tipo de serviços do mercado financeiro e/ou geral determinado consumidor terá ou não acesso, protege o empresário do prejuízo, diminuindo o risco do caos financeiro.

Existem empresas que necessariamente precisam medir esse tipo de risco, a fim de auferir lucro, como é o caso das lojas que têm como opção a venda realizada a prazo ou até mesmo as instituições financeiras que têm na concessão de crédito aos seus clientes uma importante parte de sua receita.

Por isso, é muito importante ter em mente que, se utilizada da maneira correta, essa ferramenta se faz uma importante aliada, livrando a empresa de maiores riscos e ampliando seu número de clientes, ao se abrir a novas modalidades de pagamento.

Atribuição dos pontos de crédito

Agora que você já sabe o que é credit score e para que serve, chegou a hora de entender o que é levado em conta na hora do cálculo desses pontos de crédito e o que pode ajudar ou prejudicar a nota de determinada pessoa.

Histórico de pagamentos

Um bom histórico de pagamentos pode ajudar o indivíduo a somar importantes pontos de crédito. Ou seja, quando o consumidor tem o costume de pagar suas contas em dia, dentro do prazo e raramente deixa vencer algum compromisso, é provável que isso reflita uma melhora de sua pontuação. Por outro lado, se costuma pagar suas contas com atraso ou após o vencimento, sua nota será severamente prejudicada.

Endividamento

Se o consumidor possui alguma ou várias dívidas em aberto, se já deu algum calote ou está com o nome sujo por um compromisso que não conseguiu cumprir, sua nota será consideravelmente prejudicada. Parcelamentos e reparcelamentos de uma mesma dívida também contribuem negativamente para formação do credit score.

Histórico de crédito

Um limite de cartão alto, pago em dia, poucas e baixas dívidas, empréstimos e financiamentos honrados dentro do prazo são indicadores que também serão levados em conta, e com certeza elevarão o credit score no mercado.

O credit score nos EUA e no Brasil

O credit score é formado, basicamente, por 3 agentes: quem procura o crédito, quem concede o crédito e as agências de crédito. Responsáveis pelo cálculo do credit score, as agências de crédito colhem e recebem dados dos outros dois agentes, com objetivo de fornecer informações que geram maior segurança às operações que envolvem a concessão de crédito no mercado.

Os Estados Unidos contam com três grandes agências de crédito — TransUnion, Equifax e Experian — que elaboram, em separado, relatórios das operações de crédito realizadas por cidadãos norte-americanos, usando basicamente o credit score como referencial final.

Já o Brasil tem suas informações centralizadas em uma só agência de crédito, o tão falado SPC/Serasa, que há anos reúne informações das dívidas por CPF (Cadastro de Pessoa Física), além de possuir um cadastro de restrição de crédito, muito temido pelos brasileiros.

Aplicação do credit score

No Brasil, o uso dessa pontuação de credit score vem crescendo, pois já foi considerado legal pela justiça brasileira e vem sendo utilizado principalmente nas transações que envolvem operadoras de cartão de crédito. O próprio SPC/Serasa já emite relatórios, classificando consumidores através do credit score.

A agência de crédito brasileira também já possibilita ao público geral acesso gratuito a essa nota de crédito, através de simples cadastro em seu sítio eletrônico.

Ao explicar o que é credit score, fica demonstrada a importância e utilidade dessa ferramenta, principalmente ao empresário, seja ele de qual porte for. A busca por informações sobre seu consumidor na hora da realização de uma venda a prazo ou concessão de um empréstimo é fundamental e pode diminuir drasticamente o risco do negócio.

Gostou do post? Agora que você já sabe mais sobre esse assunto, que tal compartilhar com seus amigos através das suas redes sociais? Você também pode acessar outros artigos como esse, através de nosso blog. Boa leitura!

Deixe um comentário