Autor

Comunicação Federal Invest

Browsing

Como usar as redes sociais a favor do seu negócio

A maioria dos empreendedores já sabe que estar presente nas redes sociais tornou-se quase uma questão de sobrevivência para as empresas. Segundo o relatório global Digital 2021, produzido pela We Are Social e a Hootsuite, 160 milhões de brasileiros utilizam a internet, 150 milhões são usuários ativos de redes sociais e mais de 100 milhões fizeram ao menos uma compra online em 2020. Em paralelo, a atividade das empresas na internet é cada vez maior. Uma recente pesquisa do Sebrae com a Fundação Getúlio Vargas mostrou que, hoje, 67% dos pequenos negócios fazem vendas online. E que as redes sociais são suas plataformas preferidas. Mas não basta criar uma página numa rede qualquer e publicar quando e o que lhe der na telha. O bom desempenho da empresa nas redes sociais depende de conhecimento do perfil de cada uma, planejamento de conteúdo, frequência e perseverança, pois os resultados não aparecem…

5 ideias de negócios em alta para você se inspirar

Um número cada vez maior de brasileiros tem se empenhado em abrir o seu próprio negócio. A maioria por necessidade, especialmente a partir do início da pandemia do coronavírus. Mas muitos, também, porque desejam fazer a diferença na sociedade e trabalhar em algo que lhes dê satisfação pessoal. Seja qual for o seu caso, empreender é enxergar oportunidades e investir tempo e recursos materiais, financeiros e humanos para explorá-las. Observe que, apesar do número expressivo de novos empreendimentos, muitas necessidades dos consumidores ainda são mal atendidas ou sequer são atendidas. E é aí que estão as oportunidades. Você pode escolher diferentes caminhos, como atender a uma demanda reprimida em determinada localidade; desenvolver um produto ou serviço novo, ou diferenciar-se e chamar atenção melhorando um produto ou serviço que já existe, por exemplo. De qualquer maneira, observar a oportunidade e pensar na solução é o começo. A partir daí, é hora…

5 motivos para você registrar sua marca agora mesmo

A marca é a identidade do negócio, seu DNA, o referencial de seus produtos ou serviços. Em muitos casos, é a grande responsável pela decisão do consumidor em comprar um determinado produto, mesmo sendo ele igualzinho ao oferecido por um concorrente. Logo, não resta dúvida de que a marca é um dos maiores patrimônios da empresa. E, como tal, precisa ser protegida com o registro. Entretanto, uma recente pesquisa do Sebrae com 4.002 micro e pequenos empresários revelou que 81% não haviam registrado suas marcas no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). E as justificativas apresentadas para a falta de registro evidenciaram que ainda é grande a desinformação sobre o assunto. Diante disso, e para que se entenda melhor por que é fundamental para toda empresa registrar sua marca o quanto antes, selecionamos e explicamos 5 dos principais motivos. Confira! #1. Segurança Marca sem registro não tem dono. Você construiria…

Gestão de recebíveis: 6 ações para manter seu caixa no azul

A gestão de recebíveis é um dos principais processos financeiros de qualquer empresa. E sua eficiência é indispensável para manter o caixa no azul, além de dar base à programação de pagamentos, compras e reposição de estoque, ou mesmo à elaboração de planos de crescimento. Mas o que é necessário para realizar uma boa gestão de recebíveis no seu negócio? Listamos a seguir 6 dicas práticas que podem ajudar você nessa tarefa. Acompanhe! #1. Controle quando e como irá receber O ponto de partida para uma gestão de recebíveis eficiente é fazer um controle rigoroso do pagamento dos seus clientes. Você deve registrar informações como nome do cliente, contato, valor da fatura, data de vencimento e forma de pagamento. É importante também acompanhar esses registros periodicamente, identificando os clientes que pagam em dia e os que apresentam maior índice de inadimplência. E tudo isso precisa ser feito de modo organizado…

5 mitos e verdades sobre o factoring

Embora seja um grande aliado cotidiano de inúmeras empresas pelo mundo afora, o factoring ainda é pouco conhecido por parte considerável do empresariado brasileiro. Por isso mesmo, é comum ouvirmos algumas inverdades a seu respeito. Factoring (ou fomento mercantil) é uma atividade comercial que auxilia o fortalecimento dos negócios de micro, pequenas e médias empresas, por meio de prestação de serviços e compra de ativos financeiros. Em outras palavras, uma agência de factoring compra e paga à vista duplicatas e outros papeis resultantes das vendas a prazo de produtos e serviços, além de prestar assessoria administrativa e financeira. As soluções de fomento se aplicam às necessidades cotidianas de todo tipo de empresa, como obtenção de capital de giro, avaliação de fornecedores, gestão de contas, cobranças etc. Diante da relevância desses serviços para o dia a dia do empreendedor, é importante entender o que é verídico e o que não é…

Federal Invest adianta R$ 1 bilhão a empresas durante a pandemia

A Federal Invest já adiantou mais de R$ 1 bilhão para empresas de todo o país desde o início da pandemia de covid-19. O montante, que ajudou milhares de pequenos negócios a manter suas portas abertas, corresponde ao total de recebíveis antecipados pela rede entre março de 2020 e 31 de maio de 2021. Mesmo sem poder oferecer atendimento presencial em boa parte do tempo, as agências da rede não pararam de trabalhar em nenhum momento. “Desde o início da pandemia, temos buscado formas de ampliar e agilizar ainda mais nosso apoio aos clientes”, ressalta o presidente do Grupo Federal Invest, Renato Junqueira. Nesse sentido, uma das ações de maior destaque no período foi o lançamento da Federal Invest Fácil, plataforma de antecipação de recebíveis online. Adiantar recebíveis é alternativa prática, rápida e segura Para as pequenas empresas, a necessidade de esticar prazos de pagamento, o receio de endividamento e…

7 dicas para encantar e fidelizar seus clientes

Seja a empresa grande ou pequena, B2C ou B2B, saber encantar e fidelizar clientes é imprescindível para que ela tenha sucesso em um mercado cada vez mais competitivo. Segundo estudo realizado pela Bain & Company e a Harvard Business School, ampliar a retenção dos clientes em 5% pode gerar um aumento de 25% a 95% nos lucros dos próximos meses. Por aí já dá para ver que vale muito a pena se empenhar na fidelização. Sem contar que é muito mais barato desenvolver ações para manter os clientes que você já tem do que investir na captação de novos compradores. Mas como fazer isso? Em pequenos negócios, muitas vezes, é algo quase intuitivo. Envolve principalmente empatia e bom senso do empresário e de seus colaboradores. Contudo, utilizar algumas estratégias ajuda bastante. Por isso reunimos aqui 7 dicas básicas para orientar você nessa jornada de encantamento e fidelização. E a partir daí…

Registro de marca é obrigatório? Descubra o que acontece se você não registrar a sua

A marca da empresa é um dos maiores patrimônios do empreendedor. Por isso mesmo, registrá-la deve ser prioridade máxima ao iniciar um negócio. O registro é a única forma de garantir a exclusividade de uso da marca e, assim, proteger os interesses da empresa. É a marca que identifica o produto ou serviço oferecido e o diferencia dos demais existentes no mercado. Apesar disso, ainda é muito comum encontrar empreendedores que deixam a providência para depois, até por acreditarem que ter o nome registrado na Junta Comercial já é o bastante. Mas não é. Para obter a propriedade da marca é preciso registrá-la no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), autarquia do governo federal responsável por avaliar e conceder todos os registros de marcas no país. Mas, afinal, o registro de marca é obrigatório? A resposta é não, o registro de marca não é obrigatório. Entretanto, quem não a registra…