Autor

Mônica Nogueira

Browsing

7 dicas para encantar e fidelizar seus clientes

Seja a empresa grande ou pequena, B2C ou B2B, saber encantar e fidelizar clientes é imprescindível para que ela tenha sucesso em um mercado cada vez mais competitivo. Segundo estudo realizado pela Bain & Company e a Harvard Business School, ampliar a retenção dos clientes em 5% pode gerar um aumento de 25% a 95% nos lucros dos próximos meses. Por aí já dá para ver que vale muito a pena se empenhar na fidelização. Sem contar que é muito mais barato desenvolver ações para manter os clientes que você já tem do que investir na captação de novos compradores. Mas como fazer isso? Em pequenos negócios, muitas vezes, é algo quase intuitivo. Envolve principalmente empatia e bom senso do empresário e de seus colaboradores. Contudo, utilizar algumas estratégias ajuda bastante. Por isso reunimos aqui 7 dicas básicas para orientar você nessa jornada de encantamento e fidelização. E a partir daí…

Registro de marca é obrigatório? Descubra o que acontece se você não registrar a sua

A marca da empresa é um dos maiores patrimônios do empreendedor. Por isso mesmo, registrá-la deve ser prioridade máxima ao iniciar um negócio. O registro é a única forma de garantir a exclusividade de uso da marca e, assim, proteger os interesses da empresa. É a marca que identifica o produto ou serviço oferecido e o diferencia dos demais existentes no mercado. Apesar disso, ainda é muito comum encontrar empreendedores que deixam a providência para depois, até por acreditarem que ter o nome registrado na Junta Comercial já é o bastante. Mas não é. Para obter a propriedade da marca é preciso registrá-la no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), autarquia do governo federal responsável por avaliar e conceder todos os registros de marcas no país. Mas, afinal, o registro de marca é obrigatório? A resposta é não, o registro de marca não é obrigatório. Entretanto, quem não a registra…

Vender a prazo e receber à vista: saiba como funciona e se vale a pena

Cada vez mais as pessoas buscam parcelar o pagamento de suas compras, pois só pagando aos poucos conseguem adquirir o que precisam ou desejam. Sem essa opção, ou compram menos, ou simplesmente desistem de comprar. Para quem vende, porém, o pagamento a prazo muitas vezes cria dificuldades, porque desequilibra o caixa da empresa, que precisa receber à vista para pagar fornecedores e quitar compromissos mensais. Mas existe uma saída para atender tanto quem está comprando quanto quem está vendendo. É a antecipação de recebíveis, que possibilita à empresa vender a prazo e receber à vista. Se você tem dúvidas sobre a antecipação de recebíveis, quer saber como funciona e se realmente vale a pena vender a prazo e receber à vista, continue lendo. Você vai entender os aspectos desse processo e saber como decidir se a antecipação de recebíveis é a melhor alternativa para a sua empresa no momento. Como…